lattes.png

Prof. Ronaldo A. Pilli

O ensino é um dos pilares básicos da vida acadêmica. Tive a boa sorte de ter professores (A. J. Kascheres, E. A. Rúveda e C. H. Heathcock) que me inspiraram a buscar sempre transmitir a meus estudantes uma sólida formação básica que lhes permitisse entender os problemas mais complexos.

 

No ensino, os conceitos básicos tem que ser transmitidos de uma geração para outra da maneira mais clara possível mas sem abrir mão do rigor conceitual.

 

Em particular em nossa área, sólidos conhecimentos básicos são necessários no que se refere a estrutura, estereoquímica, mecanismos de reação, biossíntese e métodos sintéticos que devem ser apresentados aos jovens de modo que eles possam entender e transformar o mundo que os cerca. 

Cabe-nos estimular as novas gerações a assimilar o conhecimento acumulado e, de posse dessa bagagem, pensar os grandes problemas que nos desafiam de modo a encontrar soluções. Para isso, é necessário que repensemos constantemente a maneira como ensinamos e como motivamos nossos estudantes para que eles se sintam fascinados pela Química e pelo conhecimento científico. Este livro é uma modesta contribuição a esse esforço. Espero que apreciem-no.

lattes.png

Prof. Paulo R. R. Costa

lattes.png

Prof. Sergio Pinheiro

Em março de 1969, aos dezoito anos de idade, assisti a primeira aula de Química Orgânica na Faculdade de Farmácia da UFRJ. Após um ano (os cursos eram anuais) cursei a disciplina de Mecanismos de Reação, ministrada pelo Prof. Seabra e o ciclo fechou, ele era muito didático, a matéria empolgante e eu comecei a sonhar em ser professor.

 

Ao longo dos anos de graduação e início da pós-graduação tive aulas com excelentes pesquisadores que eram também excelentes professores; Prof. Walter Mors, Prof. Benjamin Gilbert, Prof. Keith Brown Jr, Prof. Bruce Kover, Prof. Cláudio C Neto e Prof. Jaime Rabi. Foi uma geração que, na área da Química Orgânica, ajudou a fortalecer o lema do Prof. Carlos Chagas-UFRJ: “Na universidade se ensina porque se pesquisa”.

Durante estes anos como professor na UFRJ busquei inspiração nesses mestres visando oferecer aos meus alunos oportunidades diferenciadas para o aprendizado da Química Orgânica. O projeto do livro surge, já em sua origem, com uma proposta inovadora que sensibilizou uma geração onde vários ex-alunos ou usuários da primeira edição do livro se tornaram professores universitários. Que um novo ciclo se inicie.

Acredito que o ensino na Academia deva estar associado à construção do processo científico, aos desafios da ciência contemporânea e às responsabilidades da Universidade na produção do conhecimento e transformação da realidade social.

 

Minha trajetória acadêmica ao longo de mais de trinta anos tem sido marcada pela dedicação e entusiasmo ao ensino da Química Orgânica, onde a formação de recursos humanos tem sido a minha contribuição acadêmica mais apaixonante e significativa.

Faço votos de que a leitura deste livro proporcione momentos agradáveis e intrigantes, e sirva de inspiração para as novas gerações prosseguir na fascinante jornada de aprender e ensinar.

© 2019.by Substâncias Carboniladas

Inscreva-se para receber Novidades e promoções
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
0